> TURNEIROS REJEITARAM PROPOSTA | Sindipolo

TURNEIROS REJEITARAM PROPOSTA

PUBLICADO:

As assembleias com os turneiros, realizadas na semana passada, rejeitaram, por unanimidade, a proposta apresentada pelas empresas. Os trabalhadores mostraram que não aceitam as tentativas de rebaixamento, que  quer incluir o Acordo de Turno no Geral e eliminar as férias com período de sete dias.

 

Muito longe de atender às expectativas

A proposta das empresas foi rejeitada e foram reiterados os itens da pauta de reivindicações a seguir:   manutenção de todas as conquistas do atual acordo; manter acordo de turno em separado; garantir a manutenção dos horários de 8h/16h, 16h/24h e das 00h/8h; pagamento de todas as horas extras efetuadas; pagamento de horas extras nos treinamentos; exames periódicos fora do dias de folga ou descanso; assegurar até oito permutas por mês, mais quatro a quem estuda; adicional de turno de 95%; pagamento de horas extras nas trocas de turno; tempo máximo de viagem de ida/volta do trabalho de 1h30.

Sindicato não interfere em decisões individuais
Reiteramos que a tentativa das empresas de querer responsabilizar a entidade pelo fim das férias com período de sete dias, tem objetivo de  provocar divisão entre os trabalhadores.

Não se sustenta o argumento de que algumas pessoas entraram com ações através do jurídico que atende o Sindicato cobrando férias de  10 dias. As empresas sabem que não  cabe ao Sindicato interferir na decisão individual dos trabalhadores. Muito menos proibir o jurídico de atender demandas individuais. Até porque, se não entrarem com ação através do jurídico que também atende o Sindicato, entrarão com qualquer outro.

O Sindicato tem compromisso com a categoria, cumpre o que é decido pelos trabalhadores e estabelecido nos Acordos Coletivos e respeitado pelas empresas. Não concordamos com ações individuais que questionem o que foi decidido coletivamente. Mas não podemos intervir em iniciativas individuais de cada um.