> TRABALHADORES BUSCAM RETOMADA IMEDIATA DAS NEGOCIAÇÕES | Sindipolo

TRABALHADORES BUSCAM RETOMADA IMEDIATA DAS NEGOCIAÇÕES

PUBLICADO:

Estamos chegando a quase dois meses da última reunião de negociação, realizada dia 3 de dezembro, e desde então as empresas não sinalizaram mais qualquer movimento para darmos andamento à negociação.  Naquele encontro, apresentaram uma proposta rejeitada por unanimidade pela categoria, de reajuste salarial de 7,6% até o salário de R$ 7.356,24 e, acima disto, um valor fixo de R$ 559,07 e correção do auxílio educação pelos 7,6%, mantendo este somente para os trabalhadores da Braskem, entre outras questões.

 

CONTRAPROPOSTA Além de rejeitar a proposta das empresas, os trabalhadores, tanto do ADM como do turno, deixaram muito claro seu descontentamento com a mesma em duas grandes manifestações, onde, também por unanimidade, aprovaram uma contraproposta que já é amplamente conhecida das empresas.

Agora, é necessário que retomemos imediatamente as negociações. Não é aceitável que enquanto todas as principais categorias com DB no segundo semestre, de forma negociada fecharam acordos, algumas em muito boas condições, no Polo do RS estejamos nesta situação imposta pelas empresas.

O SINDIPOLO têm recebido diversas manifestações de descontentamento dos trabalhadores com a atitude das empresas. Isto fez com que o tema fosse o principal tratado na reunião de planejamento de toda a direção do Sindicato na última quinta-feira, dia 23, onde foram definidas várias iniciativas para  garantir a retomada do processo de negociação. Reiteramos que todas as questões que buscamos são fundamentais para a categoria, mas o que é determinante é a questão do auxílio educação para todos, o fim do escalonamento salarial e os outros itens aprovados nas manifestações dos dias 6 e 18 de dezembro.

Os resultados que têm sido apresentados pelas empresas até com ar de comemoração, mostram que há espaço para avançar. Se os resultados estão excelentes pelo trabalho de cada um, o que falta então é vontade delas de atender as reivindicações dos trabalhadores.

111111111111