> Sem diálogo, a “parada” é difícil | Sindipolo

Sem diálogo, a “parada” é difícil

PUBLICADO:

O que está na pauta do Acordo de Parada que o Sindipolo, Sindiconstrupolo e Metalúrgicos de Canoas não tem nada de novo. Apenas evidencia o que acontece em todas as paradas de manutenção.

Os três sindicatos, que representam a maioria dos trabalhadores que atuarão na parada, buscam garantir condições adequadas de trabalho e remuneração para todos os envolvidos no evento.

Prevenir conflitos

O objetivo não é responsabilizar diretamente a Braskem por todos os envolvidos no evento. Mas, no mínimo, com seus trabalhadores. Também que, em relação as contratadas, exerça  sua função de cobrar para que elas cumpram  o que foi acordado.

O Acordo é para estabelecer condições de trabalho, segurança e remuneração na Parada. Também para prevenir os problemas que houve  nas paradas de manutenção da Bahia e Rio de Janeiro. Lá tiveram vários conflitos, com greve de uma semana.

 

111111111111