> Reunião da Comissão Estadual do Benzeno | Sindipolo

Reunião da Comissão Estadual do Benzeno

PUBLICADO:

A Comissão esteve reunida no último dia 16, na SRTE, em reunião ordinária, e tratou a seguinte pauta:

Sobre o vazamento de benzeno no mês de abril no limite de baterias da Innova, o coordenador da bancada patronal apresentou um relato do acidente e das diversas providências tomadas desde então, que passam pela retirada da terra onde o produto se depositou ao vazar, até a instalação de um monitoramento online no local.

Pela bancada dos trabalhadores, foi relatada a falta de comunicação interna na Braskem, que foi avisada imediatamente do vazamento pela Innova, e não comunicou aos trabalhadores que desenvolvem suas atividades próximas ao local do vazamento. Ficou por parte da comissão, a recomendação para que a empresa revise o seu sistema de comunicação interno, pois houve falhas que poderiam ser traduzidas em problemas de saúde ocupacional.

Em relação à contaminação por benzeno de produtos da Oxiteno, o coordenador da bancada patronal relatou a ocorrência acontecida no carregamento de um navio no terminal Sta. Clara. O produto, fabricado na Oxiteno, sofreu contaminação por benzeno, oriundo dos tanques do navio e teve que ser retirado e queimado na empresa. A bancada dos trabalhadores solicitou que a Oxiteno remeta um relatório descrevendo a ocorrência, assim como os cuidados que teve com os trabalhadores que participaram da queima do produto contaminado. Como esta empresa não está cadastrada no MTE para uso de benzeno, é possível que seus trabalhadores não tenham passado por treinamentos sobre os cuidados que se deve ter ao manusear este produto cancerígeno, mesmo que em nível de contaminação.

Na Braskem, no encontro da Comissão em abril deste ano, foram intensamente discutidos os problemas oriundos do vapor de benzeno na área 65. Na reunião, foi prometido agilidade para sanar este grave ponto de exposição ocupacional que já vinha sendo discutido há muito tempo pela Comissão, e tinha sido já visitado pela SRTE. Na reunião do dia 16, foi apresentado o projeto provisório (já enviado anteriormente para a Comissão), que deverá ser implementado até o mês de dezembro, e que minimizará as exposições ao benzeno.

O representante do Sinflumar na Comissão, relatou  a contaminação por benzeno em trabalhadores da navegação Guarita. Foi decidido que será feita uma visita ao navio onde ocorreu a contaminação. Esta visita será agendada com antecedência e foi nomeado um grupo de componentes das três bancadas para realizá-la. Foi também discutida a criação de um grupo técnico de médicos para analisar os exames já realizados nos trabalhadores embarcados, deste evento, assim como de outros casos  já acontecidos.