> REUNIÃO DA CNPBz | Sindipolo

REUNIÃO DA CNPBz

PUBLICADO:

Ocorreu em Belo Horizonte, de  5 à 7 de novembro, a última reunião ordinária deste ano da CNPBz. No dia 4, anteriormente à reunião, ocorreu a terceira oficina que está tratando da possibilidade de troca do atual Indicador Biológico de Exposição (IBE) ao benzeno, que é o Ácido Trans, TransMucônico. O grupo tripartite indicado está fazendo uma revisão da Portaria 34, de 20/12/2001, do MTE.

No dia 5 estivemos em uma visita técnica na Siderúrgica Gerdau na cidade de Ouro Branco, onde compareceram somente 11 trabalhadores por imposição de um Protocolo acertado no âmbito da Comissão.

No dia 6 tivemos na parte da manhã as reuniões de bancadas e à tarde a dos representantes dos segmentos que compõem a CNPBz.

No último dia tivemos a Reunião Plenária onde comparecem as bancadas de governo e trabalhadores, além do encontro nacional dos GTBs que mais uma vez foi boicotado por inúmeras empresas. É de se salientar a compreensão das empresas cadastradas do Polo  de Triunfo que enviaram os representantes.

Boas práticas na Siderúrgica Gerdau

Em tempo de tantas restrições patronais, foi com agradável surpresa que a bancada dos trabalhadores encontrou um acordo entre empresa e sindicato local para reuniões periódicas, que buscam apontar os problemas detectados pelo sindicato, além da criação de um cronograma de trabalho que visa melhorias nas plantas. Conforme fomos informados o Sindicato dos Metalúrgicos de Ouro Branco tem acesso a planta e pode encaminhar e discutir com a empresa os problemas que são levados pelos trabalhadores aos dirigentes sindicais.

Ranço Patronal na Comissão

Na visita técnica, caiu por terra e nós enfatizamos o ranço existente por parte dos patrões. Parece que sindicato está sempre reivindicando o impossível e que quando nos colocamos à disposição para dialogarmos e apontarmos problemas  em prol de melhorias nas nossas áreas estamos querendo participar das diversas gestões, algumas nem sempre condizentes com um bom meio ambiente de trabalho.

Mesmo sendo enfatizado por nós, a bancada patronal não ouve, não enxerga e não fala da boa prática da siderúrgica, aliás, são bem capazes de até solicitar um retrocesso em nome de serem cobrados e terem de fazer igual.

 

As reuniões de 2015

Sempre na última reunião do ano são feitas projeções das reuniões do próximo ano. Os trabalhadores solicitaram quatro reuniões com suas respectivas visitas técnicas, principalmente na Petrobras, que é a nossa maior preocupação no momento. Em resposta obtivemos de uma figura até então estranha na Comissão uma negativa em nos recepcionar. A prepotência e o pouco caso que tem granjeado nessa empresa é algo que transcende a compreensão de seus trabalhadores e causa repugnância vendo seus representantes, com suas posturas de negar sempre, enrolar e até induzir os outros segmentos de sua bancada a acompanhá-los. Por tudo isso, estamos na espera de uma resposta da patronal que deverá vir antes do final do ano, respondendo nossos pedidos para visitas técnicas. De positivo ficou a indicação da primeira visita do ano ser na Innova, no Polo de Triunfo.