> REUNIÃO DA BANCADA DOS TRABALHADORES NA COMISSÃO NACIONAL PERMANENTE | Sindipolo

REUNIÃO DA BANCADA DOS TRABALHADORES NA COMISSÃO NACIONAL PERMANENTE

PUBLICADO:

O encontro foi convocado para o dia sete de março, em São Paulo, com o objetivo de discutir, buscar soluções e encaminhar procedimentos sindicais, pois inúmeras enti-dades sindicais do país, assim como GTB’s, têm se defrontado com o pouco caso e descumprimento do acordo do benzeno, que foi discutido, construído e assinado de maneira tripartite pelo Governo, trabalhadores e empregadores.

As várias interpretações do acordo, feitas conforme conveniência de cada empre-sa, têm gerado um número significante de desconsiderações do mesmo.

As ações conflitantes, geradas ultimamente nas reuniões da CNPBz, em momento algum têm passado pelas bancadas de trabalhadores e Governo, que estão lá com outros objetivos de manter e construir melhores condições para os trabalhadores expostos.

É notória a incessante busca de subterfúgios para o não pagamento dos compro-missos previdenciários, assim como de uma incessante tentativa de descaracterização dos adoecimentos ocasionados pela exposição ao cancerígeno Benzeno.

Das discussões participaram sindicatos de todo o país, representando os trabalhadores de empresas cadastradas no MTE onde o Benzeno está presente. As discussões que aconteceram nos grupos de trabalho foram uniformizadas para os encaminhamentos nos diversos setores representados.

A bancada dos trabalhadores, na CNPBz, que representa as Centrais Sindicais, acolheu os encaminhamentos do encontro e continua, como sempre esteve, aberta ao diálogo respeitoso, buscando adequações ao acordo assinado e mantendo suas ações a fim de salvaguardar a saúde e a vida dos trabalhadores que representamos.

Nova reunião extraordinária da CNPBz

Está convocada, pelo MTE, para o dia 13 de março próximo, em Brasília, a segunda reunião extraordinária do ano para apreciar o texto acordado em dezembro de 2013 pela subcomissão nomeada pelas três bancadas na Comissão Nacional, que tratou dos postos re-vendedores de combustíveis.

A subcomissão tratou dessa importante categoria de trabalhadores, que está continuamente exposta ao Benzeno, que é um cancerígeno, mas que não está contemplada no acordo nacional.

Na primeira reunião, em 20 de fevereiro, que seria para referendar oficialmente, pela comissão,  o texto acordado, tivemos o descarado recuo da bancada dos empregadores, que entendeu como inadequado um texto de portaria que eles participaram ativamente de maneira tripartite na construção.

Na reunião do dia 13, vamos, novamente, apreciar o acordado. Na reunião anterior, deixamos claro que até poderíamos discutir o texto acordado, mas também que não aceitaríamos modificações no seu conteúdo como o projetado pelos representantes patronais.