> REUNIÃO COM A INNOVA | Sindipolo

REUNIÃO COM A INNOVA

PUBLICADO:

Na quinta-feira passada, dia 15 de agosto, o SINDIPOLO esteve reunido com a Innova para receber retorno da última reunião ocorrida em junho, na qual haviam sido apresentadas, pelo Sindicato, as inúmeras reivindicações dos trabalhadores sobre Assédio Moral, Plano de Cargos e Salários, atraso nos Exames Periódicos, Treinamento, Efetivo, entre outras. Naquela ocasião, também foi tratada a questão do pouco tempo para troca de turno e a Innova relatou que estava planejando a relocação do relógio de ponto da portaria para sala de controle, segundo ela, a pedido dos trabalhadores.

 

RELÓGIO PONTO

Sobre o relógio ponto, por considerar que estava ocorrendo um equívoco de interpretação por parte da empresa, o SINDIPOLO informou que não iria se pronunciar oficialmente, enquanto não conversasse com os trabalhadores no transbordo de turno para ouvir e poder também explicitar o contraditório desta demanda apresentada unilateralmente pela empresa. Pois bem, nesta reunião do dia 15 agosto, a Innova mais uma vez contraria uma decisão dos trabalhadores e informou que unilateralmente implantará o relógio de ponto na sala controle. Uma empresa que no discurso demonstra desejo de melhorar sua gestão de pessoas e o clima motivacional dos trabalhadores, não pode de forma autocrática desrespeitar o que foi definido de modo democrático pelos trabalhadores e se realmente deseja uma troca de turno eficiente e segura, que pague o que exceder dos 10 minutos diários na troca de turno.

 

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS

Quanto ao plano de cargos e salários, informou que não há ainda previsão de reimplantar a política, o que certamente também não contribui para que motive o atual meio ambiente de trabalho.

 

PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS

Sobre PLR referente ao período 2019, os trabalhadores haviam solicitado que a empresa revisse o Acordo de PLR e acatasse as propostas apresentadas na última reunião com a comissão e o representante do SINDIPOLO. Isso porque as metas apresentadas pela empresa, principalmente a de Ebitda, desde o início já haviam sido consideradas totalmente utópica pelos trabalhadores para que fossem atingidas. Soma-se a isso, os problemas na parada e ampliação da área de Estireno os quais não tiveram ingerência por parte dos trabalhadores nestas ocorrências. Mas todas as sugestões e propostas foram recusadas e ela manteve o atual acordo que penalizará os trabalhadores.

A Innova “pós Videolar” segue precarizando os acordos de Plr e infelizmente com o resultado parcial do mês de junho deste ano, fica evidente que os trabalhadores não receberão Plr em 2019.

 

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD