> Reunião com a Braskem sobre Parada | Sindipolo

Reunião com a Braskem sobre Parada

PUBLICADO:

Reunião com a Braskem sobre Parada

Na reunião para tratar da Parada de Manutenção da Planta II que tivemos com a Braskem na quinta, dia 29, foi debatida a proposta de acordo de parada construída pelo Sindipolo, Sindiconstrupolo e Sindicato dos Metalúrgicos.  O objetivo é um acordo único, envolvendo todos os trabalhadores que atuarão no evento.

A Braskem disse que não aceita  tratar em conjunto este acordo. Também não concorda em pagar o prêmio de parada de  220 horas, remuneração das horas extras em 120%  e 125%.  Além disso, não admite pagar jornada corrida aos turneiros que atuarão na parada.

Nas demais questões como do transporte e deslocamento, fornecimento de alimentação, jornada de trabalho, liberação do trabalho, vestiário, relação de trabalho, tratamento dos acidentes, acesso aos bancos e caixas eletrônicos, entre outros, ela tem concordância.

 

Acordo de parada Braskem/Sindipolo

No debate a Braskem aceitou celebrar um acordo de parada com o Sindipolo estabelecendo as condições gerais, a exceção dos itens  citados anteriormente, que estão com a definição em aberto.

No acordo, ela concorda em ter uma cláusula exigindo que as contratadas (principais prestadoras de serviço) celebrem um acordo com os sindicatos dos trabalhadores destas empresas nos termos do acordo entre a Braskem e o Sindipolo.

Durante esta semana,  será preparada a minuta do Acordo, tendo como base a proposta montada entre os sindicatos, para até o final desta semana, assinarmos com a Braskem.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD