> PRÉ-PAUTA 2012 NA LANXESS PBR | Sindipolo

PRÉ-PAUTA 2012 NA LANXESS PBR

PUBLICADO:

O acordo da LANXESS PBR difere em algumas cláusulas do acordo geral das empresas do polo de Triunfo. De maneira geral o que há de positivo não compensa o que há de negativo. As perdas salariais acumuladas são a principal prova de que a negociação de acordo com uma só empresa prejudica os trabalhadores ainda mais quando se trata de uma empresa como a LANXESS, inflexível e nada disposta a negociação de fato. É bom lembrar do processo de 2010 quando a empresa tentou acabar com direitos históricos e da recente  “negociação” de PLR de 2012.

A LANXESS não é uma ilha

Empresas com política de RH diferenciada, mesmo negociando acordos coletivos com mais empresas envolvidas e até em meio a uma convenção coletiva sempre terão chance de acrescentar benefícios alinhados a esta eventual política diferenciada. A antiga DSM, atual LANXESS TRP é exemplo disso, está no acordo geral e tem aditivo com cláusulas que garantem mais direitos. Além disso, pratica salários acima da média do polo. De forma que a LANXESS defender a continuidade de um acordo exclusivo com esta justificativa não só não é cabível como provou ser procedimento que quer usar para fazer justamente o contrário, ou seja, atacar e rebaixar direitos.

 

Reuniões de discussão da pauta 2012

Em 2010, apesar da empresa ter tentado culpar o processo de negociação nacional articulada pelos sindicatos, o que alongou o processo foi a total inabilidade negocial caracterizada pela intransigência e falta de bom senso da empresa. Em 2012, apesar do nosso entendimento da negociação nacional há uma discussão que precede a pauta propriamente dita em função da entrada para o acordo geral da LANXESS TRP.  Temos que definir se a nossa pauta terá como prioridade a unificação e ida ao acordo geral do polo ou será articulada nacionalmente com todos os trabalhadores da LANXESS. Definido isso construiremos a nossa pauta.