> PLR INNOVA: INVERDADE PARA APROVAR | Sindipolo

PLR INNOVA: INVERDADE PARA APROVAR

PUBLICADO:

Em conversações com o sindica­to que representa os trabalhadores da unidade de Manaus, tomamos conhe­cimento que a representação da Vide­olar-Innova afirmou categoricamente, durante reunião que discutia a PLR, que a comissão dos trabalhadores e o repre­sentante do Sindipolo já haviam assina­do o acordo para 2017. Tendo em vista que o Acordo ainda não havia sido assi­nado, é lamentável o que aconteceu, já que estávamos em plena negociação na unidade de Triunfo.

Está claro que esta gestão da Vi­deolar-Innova usou de procedimentos inaceitáveis na medida que faltou com a verdade quando da negociação na uni­dade de Manaus. O objetivo fica muito claro pelo intuito da empresa em fechar mais depressa o acordo, sem que hou­vesse uma ampla negociação.

Cabe aqui ressaltar, que a contra­proposta apresentada na unidade de Triunfo poderia até ser prejudicial aos trabalhadores, caso a meta apresentada pela empresa fosse realmente atingida acima de 105,01%.

Ao rejeitar a proposta, esta gestão constrangeu a Comissão e o Represen­tante Sindical, bem como todos os tra­balhadores, ao afirmar que não pagaria a PLR caso não houvesse a assinatura de todos os membros eleitos, e afirmou que a lei não é clara quanto ao pagamento.

É bom lembrar para a Petroquímica Videolar-Innova, que, entre as 150 me­lhores empresas para trabalhar do Guia Você S/A, cerca de 80% já dividem seus lucros entre os trabalhadores.

A Videolar-Innova é uma grande empresa petroquímica e tem que enten­der que a Lei 10.101, que regulamenta a PLR, é uma ferramenta positiva de ne­gociação entre trabalhadores e empresa porque resulta em ganhos de produtivi­dade e principalmente a motivação dos trabalhadores.

Comvém lembrar também, que esta empresa foi premiada por sua produtivi­dade mas, infelizmente, somente tem a visão no lucro e a precarização do traba­lho e dos benefícios e isto causa estresse nos ambientes de trabalho.

Por isso, o Sindipolo e o Sindiplast/ AM entendem que o Acordo de PLR 2018 na Videolar-Innova tem que ser negociado nacionalmente.

 

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD