> PLR BRASKEM, O “MISTÉRIO” CONTINUA | Sindipolo

PLR BRASKEM, O “MISTÉRIO” CONTINUA

PUBLICADO:

Até o momento a empresa não apresentou o resultado

do EBITDA aos trabalhadores, indicador chave para a realização dos valores da PLR

Porque a Braskem está com tanto mistério para divulgar ao público interno, os trabalhadores, o resultado do EBITDA de 2012? Já estamos no meio de abril e ainda nada oficial foi divulgado sobre este indicador. É sabido que a Braskem tem que apresentar este e outros resultados à CVM até o mês de março. O pagamento da PLR, conforme Acordo, deve ser feito até o fim deste mês.

O EBITDA de 2012 foi de R$ 3.958 milhões, superando em 6% o resultado de 2011. As vendas da Braskem tiveram alta de 10%, isto operando a 89% (taxa média de utilização da capacidade instalada), sendo que em 2011 ficou em 83%. A meta de EBITDA implica basicamente em 50% do valor estabelecido pelas chefias para PLR a ser recebida pelos trabalhadores.

Nas receitas brutas e líquidas, a empresa teve um crescimento de 8% e 9%, respectivamente, influenciado principalmente pelo maior volume de vendas. No total de trabalhadores da Braskem, 95% estão no G1 e os 5% restantes formam o G2, que são os gerentes e diretores da empresa.

Na última reunião ocorrida em agosto de 2012 a Braskem divulgou os valores do gráfico abaixo, mas não quis dizer o quanto dos R$ 233,8 milhões ficam no G2 (gerentes e diretores).

Mais uma vez a Braskem fica jogando com os valores de PLR e fazendo mistério. Fica explícito, assim, a falta de transparência, o que confirma o grande índice de desconfiança nos números da Braskem.

111111111111