> PLR BRASKEM ESTÁ MUITO ATRASADA | Sindipolo

PLR BRASKEM ESTÁ MUITO ATRASADA

PUBLICADO:

Na negociação de PLR para 2011, se dá para dizer que houve negociação, foram levantado várias proposta de melhorias pela Comissão para uma maior justiça na quantidade, qualidade e na forma de distribuição da nossa PLR. Entre estas a de não penalizar os trabalhadores que se afastam por acidente ou doença no seu recebimento de PLR. Mas a Braskem se fez de surda.

O que conseguimos avançar foi o de pagar proporcionalmente a PLR dos trabalhadores que pedem demissão, que até então não recebiam seus direitos. Alguns dos que saíram nesta condição, tiveram que procurar a via judicial.

Estamos fechando o mês de agosto e ainda não foram divulgado os valores de PLR de cada trabalhador. Na segunda e última reunião de PLR, em 5/7, a Comissão cobrou que estes valores já deviam ter sido divulgado. No início deste mês, algumas lideranças e chefias repassaram os PA (Programa de Ação) com suas equipes, revisando e repactuando metas para este ano. Porém, o valor da PLR para 2011, não estava autorizado a ser divulgado.

Cabe lembrar às chefias e aos responsáveis por divulgarem estes valores que segundo foi tido nas reuniões da Empresa com a Comissão de PLR, que os valores montantes para pagamento de PLR aos trabalhadores em 2011 está em torno de 20% a mais, relativo ao valor pactuado de 2010 (ver tabela).

Temos que lembrar que em 2010, as chefias tiveram 30% a mais nas suas PLR’s, enquanto que os “mortais” tiveram somente 1,5% , acrescido sobre os valores pactuados, é claro, com a diminuição imposta pelos índices de atingimento do PA.

Talvez esteja aí o motivo da Braskem de não informar qual é o valor montante dos diretores e gerentes separadamente dos demais trabalhadores. Eles têm vergonha do que ganham? O mistério leva a concretizar que há uma grande injustiça, não só na forma e valores da nossa PLR, mas também na sua distribuição. Resolver este problema é uma tarefa de todos nós, seja pela Comissão de PLR e/ou Sindipolo. Temos que cobrar da liderança que não venha com migalhas menores do que a do ano passado.