> PLR 2017 ARLANXEO | Sindipolo

PLR 2017 ARLANXEO

PUBLICADO:

A nova pro­posta da Arlanxeo apresentada no dia 08/06/2017 diminui de 90 para 85% o valor mínimo de EBI­TDA a partir do qual passa a pagar PLR e diminui também de 130 para 120% o má­ximo, elevando tam­bém o multiplicador de 175% para 200%. O gráfico ilustra as propostas, incluindo a 2ª proposta da empresa.

No 1º trimestre de 2017 se alcançou 144 milhões de Euros (43% da meta). Sabe-se que este resultado (acima do espe­rado) teve forte influência do mercado internacional e que o segundo trimestre, em parte, também será impactado. A partir daí se pode presumir alguns resultados e avaliar se a proposta atende do ponto de vista econômico e se oferece efetivas pos­sibilidades de realização. Outras propostas foram criadas nas demais unidades: no RJ houve proposta de unificação do tar­get salarial em 2,75 salários e em PE a proposta foi de inverter os targets, ou seja, para quem tem salário menor o target seria de 3,3 salários e para os maiores salários seria de 2,2.

A empresa retirou também de sua proposta original a meta adicional de realização de Caixa Operacional, o que foi positivo e adequado ao que exige a lei, que prevê a necessidade de regras claras.

AFASTADOS POR

AUXÍLIO DOENÇA COMUM

A Arlanxeo retirou em sua proposta o pagamento de PLR aos empregados afastados por auxílio doença comum, pas­sando a pagar apenas de forma proporcional ao período tra­balhado. As comissões, juntamente com os representantes sindicais, se manifestaram contrárias a esta retirada e pleite­aram de pronto a manutenção da cláusula que garante o pa­gamento, mesmo por que o impacto econômico com a manu­tenção desta cláusula não justifica a sua retirada. É importante lembrar que qualquer trabalhador pode se ver nesta condição, o que evidentemente não será por sua vontade, além disso a segurança passada por ver um colega recebendo PLR mesmo afastado, e em saber que poderia eventualmente também es­tar nesta condição revela a importância que a empresa está dando ao empregado.

111111111111