> PLR 2014 NA BRASKEM | Sindipolo

PLR 2014 NA BRASKEM

PUBLICADO:

Como é possível dar crédito a uma suposta negociação de PLR para 2014 que tem sua primeira reunião em 18 de julho. A empresa apresentou modificações no formato e percentuais da composição da PLR para o G1 (não inclui gerentes e diretores).

Entre as modificações apresentadas pela empresa, uma delas foi a forma de  subdividir a UNPOL em PP, PE e Vinílicos. Antes para o Grupo 1, a subdivisão ficava em um único grupo, a UNPOL. Com estas subdivisões, os percentuais de atendimento a meta de EBITDA.

A meta de EBITDA para 2014 foi definida pela Direção da empresa para ser 3,5 % maior em 2014 do que foi realizado em 2013. Esta será a meta Econômica que equivale a 50 % do montante da PLR de cada trabalhador. Cabe lembrar, que em 2013 foi alcançado o valor de EBIDTA 10,99% superior a meta determinada, quando era projetado um EBITDA de U$ 1.765 MM e o resultado final foi de U$ 1.941 MM.

Os outros 50 % que irão compor o valor final dependerá do PA determinado na relação com as chefias, chamada de parcela operacional da PLR.

O Sindipolo solicitou que as definições de PLR – metas e valores a receber – aconteçam no limite do primeiro trimestre do ano, pois já passado mais de meio ano fica fácil para o empregador estabelecer valores de PLR, bem como as metas a serem atingidas. Pois têm ocorrido sistematicamente a divulgação do valor projetado para PLR de cada um no meio ou até no final do segundo semestre.

Outro pedido feito à empresa foi o de alteração no cálculo da PLR. Hoje o percentual do PA arrasta o valor do EBITDA para baixo, pois nunca será atingido um PA em 100%.