> PETROQUÍMICOS NAS LUTAS E MANIFESTAÇÕES DO DIA 29 | Sindipolo

PETROQUÍMICOS NAS LUTAS E MANIFESTAÇÕES DO DIA 29

PUBLICADO:

Desde às 5h30, houve manifestação no transbordo do tur­no, onde também foi feita uma pesquisa sobre alimentação. Em seguida, em torno de 7h, o SINDIPOLO, em conjunto com o Sindiconstruolo, metalúrgcos e vigilantes, realizaram ma­nifestação com pedágio na via de acesso da entrada do Polo. Nesta foi entregue aos trabalha­dores dentro dos ônibus e dos demais veículos, um informativo alertando sobre os riscos do PL 4330 (PLC 30/2015), que libera a terceirização em todas as áreas da empresa, acabando com di­reitos dos trabalhadores. O ma­terial também chamava a aten­ção para as medidas de ajuste fiscal que vêm sendo implanta­das pelo governo federal (MPs 664 e 665), com fortes prejuízos aos trabalhadores.

As manifestações do dia 29 tiveram como objetivo mos­trar ao governo e aos parlamentares que os trabalhadores es­tão mobilizados e não vão aceitar estas mudanças. Também de pressionar para que o Congresso revogue as medidas e construa alternativas ouvindo os trabalhadores e suas representações.

CAMINHADA ATÉ O PIRATINI

Os atos durante o dia tiveram ainda como motivação a de­fesa da democracia, da Petrobrás e do Pré-Sal, a reforma polí­tica com participação popular e pelo fim da corrupção com a punição e prisão dos corruptos e corruptores.

Na parte da tarde o SINDIPOLO participou da caminhada com a CUT e demais Centrais e Sindicatos rumo ao Palácio Pi­ratini onde foi realizada uma vigorosa manifestação em defesa da agenda de lutas dos trabalhadores. Também foram denun­ciadas as medidas do governo Sartori no RS, que corta recursos de áreas importantes como saúde, educação e segurança e a política de ataque a direitos dos servidores públicos e terroris­mo com corte e não pagamento dos salários, além da ameaça de privatização de estatais.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD