> Petroquímicos do RS somam nas manifestações nacionais da categoria | Sindipolo

Petroquímicos do RS somam nas manifestações nacionais da categoria

PUBLICADO:

Os trabalhadores petroquímicos realizaram hoje, 21, uma manifestação na Rodovia BR 386 (Tabaí/Canoas), durante parte da manhã. A atividade consistiu num pedágio, onde o sindicato entregava um informativo unificado dos petroquímicos do RS/RJ/AL e BA e conversava com os trabalhadores que se dirigiam de ônibus ao Polo Petroquímico. A atividade durou cerca de uma hora e meia. Hoje era um dia de manifestações unificadas dos petroquímicos, por isso, estas também ocorreram em Alagoas, Bahia e Rio de Janeiro.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Petroquímicas de Triunfo/RS (Sindipolo), Carlos Eitor Rodrigues, a negociação está complicada e difícil nos quatro estados. “Estas manifestações, a quarta no RS desde o dia 21/10, são para forçar as empresas a avançar nas suas propostas, no sentido de dar o mesmo tratamento aos trabalhadores, independente da região onde atuam”, diz Eitor, esclarecendo que um dos importantes pontos da pauta de reivindicações é a equalização dos acordos.

Os trabalhadores buscam 8,5% de reajuste salarial referente a 2010, cuja negociação está em aberto (as empresas pagaram somente 7,7% de forma unilateral); 11% de reajuste salarial/2011; auxílio-educação; licença-maternidade de seis meses; avanços no abono de férias; extensão do Acordo a toda a categoria; melhor remuneração das horas extras; mudanças no plano de saúde da Braskem; seguro aposentando, entre outras demandas.

Mas as empresas insistem numa proposta rebaixada de 9% e ignoram completamente que a negociação de 2010 está em aberto, além de não atenderem as demais reivindicações dos trabalhadores.

Segundo o Sindipolo está agendada reunião com a Braskem em conjunto com os sindicatos destes quatro estados no dia 23/11, no Rio de Janeiro. No entanto, não estão descartadas novas paralisações, caso as empresas não avancem em suas propostas.

O Sindicato convoca os trabalhadores a se manterem mobilizados e unificados, para garantir que o Acordo que venha a ser fechado, atenda as expectativas da categoria.

A exemplo das demais manifestações, nesta o Sindipolo também contou com o apoio de diversas entidades sindicais do ramo químico, de outras categorias e de lideranças políticas.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD