PERIGO NA PASSAGEM DE TURNO NA VIDEOLAR-INNOVA

PUBLICADO:

Cumprir a lei é obrigação de todos os cidadãos e instituições. Porém quan­do uma instituição petroquímica de alto grau de risco precariza sua passagem de turno, que já está com um efetivo abaixo do mínimo, isso cria uma situação imi­nente de risco grave de acidentes. Tudo para economizar uma mixaria de minutos nas horas extras de troca turno. A Vide­olar-Innova faz questão de se amparar na Súmula 429 para tentar justificar esta economia irrisória e insegura.

Vamos relembrar aqui está Súmu­la: “SUM-429 TEMPO À DISPOSIÇÃO DO EMPREGADOR. ART. 4º DA CLT. PERÍODO DE DESLOCAMENTO ENTRE A PORTARIA E O LOCAL DE TRABALHO – Res. 174/2011, DEJT divulgado em 27, 30 e 31.05.2011. Considera-se à disposição do emprega­dor, na forma do art. 4º da CLT, o tempo necessário ao deslocamento do trabalha­dor entre a portaria da empresa e o local de trabalho, desde que supere o limite de 10 (dez) minutos diários”.

Ao invés da Videolar-Innova incen­tivar uma passagem de turno responsá­vel, comprometida e segura, está obri­gando os Técnicos de Operação e de Segurança a fazerem justamente o con­trário. Estão impondo a estes trabalha­dores uma passagem de turno “virtual”, somente escrita em relatórios e folhas de leitura, porque não há tempo para o diálogo entre os turneiros.

Atualmente um grupo de turno entra por uma porta e o outro sai pela outra e são orientados para se diri­gir rapidamente para o transporte. A orientação expressa da empresa é que o transporte saia após dois minutos dos horários, para não extrapolar os 5 mi­nutos de saída no relógio de ponto na portaria, que com os 5 minutos máximo da entrada, não podem ultrapassar os 10 minutos diários da Súmula 429.

Quem perder o transporte, tem que literalmente correr para alcançá-la na portaria e se houver reincidência, o nome do trabalhador vai para a lista da Gerência. Está mais do que na hora da empresa rever este jeito de passagem do turno. Ela tem que, a exemplo do que outras empresas já estão fazendo, garantir uma passagem de turno segura onde os trabalhadores tenham condi­ções de fazer efetivamente a passagem com responsabilidade e segurança.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD