PARA ONDE VAI A INNOVA

PUBLICADO:

Quando a INNOVA se reportava a Petrobras Argentina tinha-se dificuldades em estabelecer algumas ações que poderiam significar vantagens aos trabalhadores. A expectativa que todos tinham por trabalhar em uma grande empresa era por vezes frustrada e a desculpa para não avançar era sempre a mesma: A contrariedade da Petrobras Argentina.

 Expectativas frustradas

Desde 31 de Março de 2011 com as mudanças ocorridas e a respectiva troca de comando entramos em um tempo que se mostrava promissor, mas que na prática ainda não ocorreu. Alias, diga-se de passagem que continuamos no mesmo patamar. A nova controladora tem práticas mais avançadas relativas as praticadas pela INNOVA,que ainda não as estendeu.

O que queríamos anteriormente e não nos foi permitido ter, por exemplo, auxílio para filhos com necessidades especiais; licença maternidade compatível; licença paternidade de sete dias estão hoje sendo aplicados na Argentina. Até a cesta de Natal que segundo a INNOVA foi retirada por culpa da Petrobras Argentina está de volta lá, de forma que fica difícil explicar.

A política do plano de cargos e salários que era para ser implementada em julho, ainda não aconteceu. Enquanto isso é público na intranet que todo o pessoal da Petrobras do Brasil está tendo aumento por mérito de acordo com sua política. A INNOVA prometeu e até agora não cumpriu.

PLR –  Não houve até o momento nenhuma discussão sobre a PLR de 2011 apesar da cobrança já feita pela comissão.

A  transição interna que objetivamos é a que leve a aplicação de uma política mais próxima da Petrobras. Mas esta ocorrendo de forma vagarosa causando ansiedade. É preciso mais clareza e informações por parte da empresa pois são os trabalhadores que tem feito a INNOVA ser o que é, e isso merece consideração.

A “fuerza de trabajo” da Petrobras Argentina e a força de trabalho da Petrobras no Brasil merecem muito mais consideração, por isso a INNOVA tem que apontar e estabelecer rumos e parâmetros nos moldes de sua atual controladora. Avançar é preciso.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD