> OXITENO: REJEITADA PROPOSTA DE 18,45 SALÁRIOS | Sindipolo

OXITENO: REJEITADA PROPOSTA DE 18,45 SALÁRIOS

PUBLICADO:

Nos dias 21 e 22/11, foram feitas assembleias com os turneiros da Oxiteno para apreciar proposta da empresa apresentada em audiência na Justiça do Trabalho dia 13/11, de pagamento de 18,45 salários brutos a cada participante das ações coletivas que tratam do turno de 4 x 12. Garante ainda a implantação do regime de turno de 5 x 8 e a continuidade dos processos aos turneios que  não aceitarem a proposta.

A decisão nas assembleias foi com voto secreto e declaração dos turneiros que estão fora da empresa. Dos 33 que votaram, cerca de 70% rejeitaram a proposta da Oxiteno e 30% aprovaram.

CONTRAPROPOSTA DOS TURNEIROS

Os turneiros aprovaram uma contraproposta de pagamento de 48,08 salários brutos a cada participante dos processos e o trabalho em cinco grupos de turno de oito horas (5 x 8), bem como a continuidade dos processos aos turneiros que  não aceitarem a proposta.   Também que a empresa não demita qualquer  turneiro durante 36 meses, a partir da  data do fechamento do acordo na Justiça. Na segunda-feira, dia 24, enviamos à Justiça do Trabalho de Triunfo a documentação referente às assembleias e solicitamos nova audiência.

UMA IMPORTANTE DECISÃO

Foi importante a decisão da Oxiteno de chamar os trabalhadores para um acordo nas ações que tratam do turno de 12h. Isto demonstra boa vontade e disposição de resolver os processos e, também, o seu regime de trabalho em turno.

Importante foi ainda a decisão dos trabalhadores que se manifestaram livremente, rejeitando a proposta da empresa de 18,45 salários e definindo uma contraproposta de 48,08 salários, entre outras questões. Há que se destacar, também, que desde 1995 até estas assembleias, foi a primeira vez que os turneiros conseguiram expressar exatamente o que pensam, sem estarem sujeitos ou submetidos a pressões e ameaças.