> Lanxess: segunda reunião ocorreu em 24/08. | Sindipolo

Lanxess: segunda reunião ocorreu em 24/08.

PUBLICADO:

Alguns pontos que foram discutidos na reunião ocorrida em Duque de Caxias:

Adequação de efetivo: A Lanxess avaliou as áreas onde os sindicatos denunciaram a carência de mão de obra. Apesar de ter sido feita uma argumentação bastante técnica por parte das direções em suas justificativas, a empresa diz que a decisão foi técnica e baseada inclusive em Benchmarking e está tudo sob controle.

PLR: A empresa entende que as comissões eleitas para negociação de PLR têm autonomia para discutir e assinar acordo de PLR, inclusive sem consultar as bases. Trata- se de uma associação equivocada entre autonomia e autocracia. Ninguém deixa de ser autônomo pelo simplesmente fato de submeter a sua decisão à maioria. Pelo contrário, consultar respeitando o direito de discordar é o que leva a uma assinatura ou rejeição de acordo com respaldo e democracia, e este é um valor que os trabalhadores prezam.

E mais, democracia pressupõe igualdade de condições de negociação. Tenta-se corrigir esta desigualdade, em parte, pedindo estabilidade à comissão de negociação. Enquanto não houver esta garantia não há que se falar em democracia, e nem sequer em negociação DE FATO.

Será apresentada à empresa a proposta de aumentar o número de salários pagos no caso de atingir 100% da meta de EBITDA de 1,55 salários para 2,2 salários. Esta vinha sendo a prática antes da crise.

Pesquisa do Observatório Social

A empresa não deseja fazer a pesquisa no momento, apesar de não haver custo. Em matéria de pesquisas, na verdade, a empresa vive um péssimo momento e surgiram – pra ser  ameno – múltiplas opções de oportunidades de melhoria. O clima de insatisfação na fábrica lembra os tempos de greve do final dos anos 80.

Uma destas ações da longa lista de oportunidades de melhoria teria sido a própria pesquisa do Observatório Social. Esta tem a característica de ter um enfoque diferente onde, tanto empresa quanto entidades sindicais (e por fim os trabalhadores) teriam muito a ganhar. De qualquer forma a pesquisa será realizada sem a participação da empresa.

Pauta de reivindicações

Foi dado início a discussão da pauta com argumentações de ambos os lados ao que será dado sequência no dia 9 de setembro, desta vez, aqui em Triunfo.