> LANXESS APRESENTA INACEITÁVEIS 8,3% | Sindipolo

LANXESS APRESENTA INACEITÁVEIS 8,3%

PUBLICADO:

Enquanto em São Paulo a empresa reajusta os salários em 9% com ganho de 2,2%. Enquanto oferece aos trabalhadores da DSM – do outro lado da cerca – 9%, o que representa um ganho de 1,58%, oferece ao setor elastômeros 8,3% (ganho de 0,84%) e ameaça com dissídio. Tudo isso em meio a anúncios de expectativas de que serão superadas as metas de EBITDA para os três primeiros trimestres de 2011 e que suas plantas petroquímicas no Brasil estão funcionando a plena carga. E mais, a Empresa baterá recorde de faturamento e lucro em 2011.

Sem negociação no RJ

Em Duque de Caxias sequer iniciaram as negociações deste ano, pois, segundo a própria empresa, só negociará com o SINDI-QUIMICA quando ela conseguir HOMOLOGAR a desistência do Dissídio Coletivo que ela mesma propôs contra o Sindicato e a Categoria.

 

Negociações beiram a irresponsabilidade

Se a LANXESS tratasse seus clientes como trata seus “colaboradores” estaria falida. O despreparo, o desrespeito e, podemos até dizer até, irresponsabilidade com que trata os trabalhadores é tanta, que chama a atenção como uma empresa pode concordar com quem está  à frente desta forma de conduzir uma negociação. O que está acontecendo na LANXESS é muito sério, mas até o mais amador dos negociadores perceberia que o responsável por essas verdadeiras bandalheiras dos últimos anos não é digno do cargo que ocupa. Isso é problema da LANXESS, que deve se preocupar com a sua imagem. Mas quando os trabalhadores são prejudicados da forma como estão sendo, não há como silenciar.

 

8,3%  foram rejeitados

Apenas para conhecimento geral, informamos que o pífio reajuste seria apli-cado de forma escalonado, para salários até R$ 6.685,02 e, para os valores superiores a este patamar, seria adicionado uma parcela fixa de R$ 554,86. O SINDIPOLO já informou a empresa que não aceita a proposta e está no aguardo de um índice que contemple as expectativas dos trabalhadores.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD