> INNOVA CONTINUA QUERENDO IMPOR SUAS “INOVAÇÕES” | Sindipolo

INNOVA CONTINUA QUERENDO IMPOR SUAS “INOVAÇÕES”

PUBLICADO:

A Innova continua com suas “inovações” para tentar driblar os Acordos de Turno e Geral, não pagando hora extra para o pessoal de turno, conforme prevêm os Acordos. Estes trabalhadores não aceitam fazer treinamento para Brigada de Incêndio, muitas vezes sendo deslocados dos próprios turnos, deixando estes com efetivo baixo e consequentemente com sobrecarga de trabalho outros turneiros. Isso a maioria das vezes acaba comprometendo a segurança.

 

ISSO É INACEITÁVEL

É inacietável, por exemplo, que um trabalhador de turno, após o banho, já com a sua roupa para ir embora, portanto, sem uniforme e possivelmente até sem todos os EPI’s, tenha que voltar para a área para substituir outro colega que está saindo do turno. Sem contar a correria na passagem de turno, onde, na maioria das vezes, o trabalhador que está largando, tem que fazer a passagem por telefone, no trajeto de volta para casa.

 

ASSÉDIO MORAL

Como se não bastasse, os trabalhadores de turno da Innova ainda têm que se submeter a determinadas lideranças que usam e abusam do ASSÉDIO MORAL, tratando-os, muitas vezes, com uma pressão descabida e até com desrespeito.

Outra questão que também tem interferido no ambiente de trabalho, é a imposição da Innova para o cumprimento de determinadas tarefas, que resulta um ambiente injusto e desleal de disputa entre alguns trabalhadores.

Isso tudo porque não existe, na Innova, uma política de cargos e salários e de carreira. O que tem e continua cada vez mais forte é a gestão pela imposição, que tem levado, em alguns casos, a uma escalada hierárquica de assédio moral como forma de “mostrar serviço”.

 

ISSO NÃO ADMITIREMOS

Os trabalhadores não admitem e não aceitam esta forma de gestão e pressão dentro da Innova. Além disso, o que eleva o descontentamento é a desproporção das diferenças salariais, que ignora tempo de serviço, senioridade e pleno domínio das atividades.

Os trabalhdores de turno da Innova exigem melhorias efetivas nas condições de trabalho e de remuneração, fim das pressões e do ASSÉDIO MORAL e, além disso, o fim das promessas vazias. Também exigem que:

Os treinamentos sejam feitos com o efetivo pagamento das HE, como preveem os Acordos Coletivos (citados ao lado);

Combate ostensivo ao assédio moral;

Melhorias efetivas nas condições de trabalho, sem pressão, ameaças e exposição a riscos de acidentes.
CLÁUSULAS DOS ACORDOS QUE ESTABELECEM O PAGAMENTO DE HORA EXTRA

 

ACORDO GERAL

“CLÁUSULA NONA – HORAS EXTRAORDINÁRIAS – A realização de trabalho extraordinário restringir-se-á aos casos de comprovada necessidade das empresas, toda as horas extras serão remuneradas com acréscimo de 100% (cem por cento) sobre o valor da hora normal, considerando-se os adicionais contratuais pagos ao empregado.

Parágrafo Primeiro: As horas extras efetuadas até 15 (quinze) dias da data prevista para o pagameto dos salários deverão ser pagas no mês de sua prestação e, as demais, serão pagas até o 5º dia últil do mês subsequente”.

 

ACORDO DE TURNO

“CLÁUSULA SÉTIMA – HORAS EXTRAORDINÁRIAS – As Empresas se comprometem a procurar exigir a realização de trabalho extraordinário somente em casos de necessidade. Todas as horas extras serão remuneradas com acréscimo de 100% (cem por cento) sobre o valor da hora normal, considerando-se os adicionais contratuais pagos ao empregado”.

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD