INCÊNDIO NA ÁREA 21 E ‘QUEDA’ DA PLANTA II/UNIB INCÊNDIO NA ÁR

PUBLICADO:

Uma das ocorrências foi um incêndio, em torno das 21h30, no permutador 21-P-51D, na Área 21. Foi em função de um vazamento de gasolina hidrogenada a uma temperatura de 370ºC e pressão em torno de 30Kgf/cm2. Nesta ocorrência, o fogo teve duração de cerca de 15 minutos, tempo que a Brigada de Emergência conseguiu combater o mesmo.

O incêndio foi consequência de um vazamento da gasolina com hidrogênio num flange que estava sem o isolamento térmico, tirado para a parada de manutenção, o que, em princípio, em função da chuva, sofre um choque térmico, resultando no vazamento da gasolina.

Neste caso, foi adequada e oportuna a atitude da Operação, que, por precaução, tirou as unidades de aromáticos de operação.

Já a queda da Planta II da UNIB, com o envio de produto para o flare, resultou em altas chamas. Isto preocupou muito o pessoal do entorno do Polo, que teriam recebido informação de evacuação e ficaram com receito de serem atingidos.

Em torno de 22h, houve uma “oscilação” no fornecimento de energia pela CEEE, derrubando as unidades da UNPOL. Com isso, a queda brusca do consumo de produto ocasionou a “queda” da  Planta 2, ocasionando as altas chamas nos flare.

Em nenhum dos dois casos houve exposição dos trabalhadores, pois não havia ninguém trabalhando junto aos equipamentos, a não ser, a grande movimentação e envolvimento da Brigada de Emergência e da Operação, para contornar as ocorrências.

As duas ocorrências quase o mesmo horário foi apenas coincidência, pois uma não teve qualquer relação com a outra.

MUITAS OCORRÊNCIAS

Nos últimos anos têm havido muitas ocorrências de vazamentos, acidentes e incêndios nas unidades da Braskem no Polo. Isto vem acontecendo com maior intensidade depois que a Braskem assumiu o controle da antiga Copesul, Ipiranga e Triunfo.

São vários problemas que não ocorriam nestas unidades com a frequência que estão ocorrendo. Neste caso, mais uma vez, um dos “motivos” foi a chuva. Tanto em relação ao incêndio no flange da Área 21, como da oscilação na energia e queda da Planta II.

Com a Braskem, a filosofia de trabalho foi alterada, e o princípio tem sido baixar custos, o que atinge tanto os efetivos quanto os procedimentos de manutenção e prevenção. Estamos solicitando reunião com a Braskem para tratar sobre estas ocorrências.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD