GESTÃO FIFA NA OPERAÇÃO DA INNOVA

PUBLICADO:

A INNOVA já atravessa um ambiente angustiante gerado pela expectativa dos seus trabalhadores em função da venda complicada para a VIDEOLAR. Frise-se que em grande parte é a falta de transparência da empresa que potencializa a expectativa. Não bastasse isso, a sua gestão de produção centralizadora, com forte viés ditatorial e pouquíssimo dada ao incentivo à participação, “innovou” novamente.

Em reunião com os seus supervisores, alguns com pouca condição técnica e de gestão de pessoas, inventaram uma nova avaliação para a operação.  O procedimento consiste em atribuir aos operadores, notas de zero à dez, sem nenhum critério específico (a não ser a cor dos olhos, como sempre) e, a partir desta nota surge um ranking dos operadores.

De posse do ranking o gestor FIFA, tem passe livre para continuar a disseminar dentro da empresa, a “gestão do medo”. O tal ranking está causando instabilidade emocional aos operadores, já que existe uma discrepância nas avaliações. Está na hora da Innova articular sua visão com os óculos dos trabalhadores e reavaliar o modelo de Gestão na sua área de produção.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD