FISCALIZAÇÃO DA SRT NA INNOVA

PUBLICADO:

Atendendo ao pedido da Superintendência Regional do Trabalho (SRT-RS), o SINDIPOLO e o SINDICONSTRUPOLO acompanharam, na quinta-feira (13), a fiscalização na empresa INNOVA. Os motivos desta ação foram os diversos acidentes e emergências que se sucederam, desde a compra da Innova pela VIDEOLAR, e que estão causando impactos diretos na segurança e saúde dos trabalhadores e ao meio ambiente.

A fiscalização ocorreu nas Unidades da planta de EPS-2, planta de Estireno e na obra das caldeiras. Na visão dos Sindicatos, e, provavelmente, dos Auditores Fiscais do Trabalho da SRT, a gestão da Empresa não está garantindo corretamente a segurança e a saúde dos seus trabalhadores em razão do baixo efetivo, da baixa senioridade e, principalmente, na não antecipação de mitigação dos riscos, o quem vem agravando a insegurança, com potencial de gerar um futuro acidente químico ampliado no Polo Petroquímico.

Na planta de Poliestireno Expandido (EPS-2) foi devido a um flasheamento com fogo em flange a montante da extrusora, não tendo sido confirmado se houve a imprescindível comunicação da operação ao setor de segurança. Convém lembrar que a planta de EPS-1, que já sofreu fiscalização da SRT-RS, foi parada por inúmeros problemas técnicos com diversos acidentes e flasheamentos com fogo, inclusive queimando o rosto de um operador.

O motivo da passagem dos Auditores na planta de Estireno foi em função da explosão no 23-F01 A/B (Forno) em novembro de 2019, que acabou causando um grande risco de vida aos trabalhadores da Innova e do Polo, quando a empresa sumariamente encontrou um “culpado” e aplicou a demissão em um Técnico de Operação.

Outro local fiscalizado pelos Auditores foi a área dos trabalhos de montagem das caldeiras. Foram identificadas situações de riscos de acidentes que devem ser corrigidos de maneira imediata, porque podem atingir os trabalhadores.

Os auditores notificaram a Innova e solicitaram a entrega de alguns documentos na SRT-RS já nesta semana. Também foi solicitado que seja enviada a análise do acidente da explosão do forno aos Sindicatos.

 

REUNIÃO COM O RH

No dia 04/02, o SINDIPOLO esteve reunido com o RH da Empresa, quando foram expostos, além dos problemas fiscalizados pela SRT-RS, outros como a qualidade da comida do refeitório e das intoxicações que ocorreram, além do não cumprimento de algumas leis trabalhistas e a prática do Assédio Moral pela empresa Sapore, que faz e serve as alimentações dos trabalhadores.

A Empresa ficou de dar retorno ao SINDIPOLO, mas até o fechamento deste EM DIA, ela não havia se manifestado quanto as ações de melhorias possíveis para um ambiente mais seguro e saudável na INNOVA. Estes problemas também foram levados à CIPA da Innova e registrados em Ata.

Pedimos a todos os trabalhadores que estão na INNOVA, tanto diretos como terceirizados, que comuniquem imediatamente qualquer condição de risco ou de insegurança, bem como de Assédio Moral, ao setor de segurança da empresa, às Cipas e até mesmo ao RH da Innova. Caso não sejam corrigidas eventuais situações como as citadas, é imprescindível que os trabalhadores façam contato com os Sindicatos (Sindipolo e/ou Sindiconstrupolo) através dos sindicalistas ou ligando direto para o SINDIPOLO, pelo telefone (51) 3226.0444.

Não conviva com riscos de insegurança!  Sua vida e de seus companheiros dependem de soluções rápidas!

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD