> EXTRATURNO/EFETIVO NA INNOVA | Sindipolo

EXTRATURNO/EFETIVO NA INNOVA

PUBLICADO:

A INNOVA vem tentando cumprir a Súmula 429 do TST que diz:…considera-se à disposição do empregador, na forma do art. 4º da CLT, o tempo necessário ao deslo-camento do trabalhador entre a portaria da empresa e o local de trabalho, desde que supere o limite de 10 (dez) minutos diários”, mas, em contrapartida, precariza a segurança na troca de turno e causa preocupação aos trabalhadores que estão muito desconfortáveis e temendo que aconteça um acidente ou incidente por não haver uma passagem de turno com segurança.

Nestes casos a correria pela passagem de turno e a saída das micros em, no máximo, cinco minutos da hora, inclusive resultou em proibição dos motoristas das micros até de descer do veículo para tomar água ou ir ao banheiro.  Isto é mais um absurdo desta gerência da Innova.

BAIXO EFETIVO E SOBRECARGA DE TRABALHO

Temos que relatar novamente a sobrecarga de trabalho dos  operadores devido ao efetivo bem abaixo do mínimo necessário na operação e, também, a preocupação com operadores novos, com pouca experiência, sozinhos na área industrial.

O efetivo abaixo do mínimo além de precarizar a segurança operacional no dia a dia, também agrava a  precarização da passagem de turno.

111111111111