EMPRESAS APRESENTAM 7,5% DE REAJUSTE SALARIAL E CORREÇÃO DE 7,5% NOS

PUBLICADO:

Na reunião de negociação realizada na terça-feira, dia 20, as empresas apresentaram uma proposta de reajuste salarial de 7,5% , limitado a  a aplicação opcional até os salários básicos de R$ 7.356,24, acima  deste, uma parcela fixa de R$ 551,72, ou o INPC (5,58%), o que for maior; piso salarial de R$ 884,40; auxílio creche de R$ 505,25; auxílio filho com necessidades especiais de R$ 630,99 e auxílio educação de R$ 1.290,00. O piso salarial e os auxílios foram corrigidos nos 7,5% do reajuste dos salários.

 A proposta apresentada, mesmo estando aproximadamente nos mesmos níveis das de outras regiões, conforme mostra o quadro ao lado, e corrigindo os auxílios, creche, para filhos com deficiência e educação de acordo com o reajuste salarial continua não contemplando os trabalhadores da Innova, Lanxess (DSM), Oxiteno e Borealis, em questões como auxílio educação, indenização de um salário aos demitidos com mais de 45 anos.

Além disto, não atendeu uma série de outras questões reivindicadas pelos trabalhadores aprovadas nas assembleias da semana passada. Entre estas estão, um melhor reajuste salarial, piso salarial de R$ 1.200,00; abono de férias de 80% de um salário mais 1/3 de lei; seguro aposentando de 50 meses para aposentadorias pelo INSS e outras relativas a segurança.

Assembleias na próxima semana

Na próxima semana,  terça, quarta e quinta-feira, nos dias 27, 28 e 29 de novembro estaremos realizando assembleias para apreciação da proposta apresentada pelas empresas. Até lá temos condições de analisar o padrão da proposta  e com tranquilidade decidir coletivamente sobre o encaminhamento a ser dado à mesma.

 

SITUAÇÃO DA NEGOCIAÇÃO NA BA, AL, RJ E SP

BAHIA foi apresentada uma proposta de reajuste salarial de 7,5% até o salário básico de R$ 5700,00; acima deste valor, parcela fixa de R$ 427,00 ou 5,5%, o que for maior; piso salarial de R$ 1.100,00; auxílio educação, auxílio para filho com deficiência e auxílio creche corrigidos em 7,5%. O auxílio educação, que era pago semestralmente, passa a ser pago em quatro parcelas no ano.  As assembléias de apreciação da proposta estão em andamento e devem encerrar na terça, dia 20.

RIO DE JANEIRO – foi apresentada pela Braskem, proposta também de 7,5% até o salário básico de R$ 7.305,00; acima deste valor, R$ 547,88 ou 5,39%, o que for maior; piso salarial de R$ 847,80; auxílio para filho excepcional de R$ 756,67.

ALAGOAS – a previsão é de reunião de negociação no dia 22.

SÃO PAULO  – os químicos, que tem DB Novembro, aprovaram 7,8% de reajuste salarial. o INPC do período foi de 5,99%.

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD