> Desrespeito ao sobreaviso | Sindipolo

Desrespeito ao sobreaviso

PUBLICADO:

Os trabalhadores executantes especialistas, diretos e terceiros, da manutenção, são obrigados a se dirigirem ao Polo nos finais de semana após receberem ligações em seus telefones fixos ou móveis.

As chamadas são para resolver problemas emergenciais, tendo em vista a precariedade a que estão sendo levados os equipamentos, agravados pela falta de material de reposição para sanar as diversas falhas.

Quando o trabalhador recebe o chamado da empresa, o problema a ser  resolvido é  previamente especificado e determinado. Entretanto, logo após resolvê-lo é, por vezes, obrigado a permanecer no local e atender a outras necessidades da empresa, o que pode se estender por horas.

A Braskem tirou do turno os trabalhadores de diversas especialidades de manutenção e outros setores. Agora, nas emergências, impõe aos que estão em casa, que atendam aos chamados da empresa a qualquer hora do dia, sem sequer fazer a comunicação formal e escrita, conforme consta na Cláusula 20ª do Acordo Coletivo.