> COMISSÕES ASSINAM ACORDO DE PLR NA LANXESS | Sindipolo

COMISSÕES ASSINAM ACORDO DE PLR NA LANXESS

PUBLICADO:

A  relação capital trabalho, jamais será nem deve ser uma relação paternalista, onde um lado se cala e aceita tudo na certeza de que tudo o que lhe é proposto é insuperável, pois está imbuído de inquestionáveis boas intenções. Neste raciocínio, até uma proposta ruim deveria ser entendida como justa, pois na mesma lógica da submissão e presunção de infalibilidade teríamos que entendê-la como uma premente, inadiável e inquestionável necessidade da empresa.

Lembrando a negociação do acordo geral 2010/2012 seria como aceitarmos todas as retiradas de direitos proposta pela LANXESS na época.

ASSOMBROSO

O processo de “negociação” da PLR na LANXESS é algo assombroso. Mas não esqueçamos que a encenação de negociação apenas revela o tipo de relação que a empresa quer ter com os trabalhadores.  E o que leva alguém a tratar o outro lado de uma mesa de negociação ao modo deste tipo negocial é o julgamento de que este não tem capacidade de contribuir na construção de uma proposta justa. Isto os trabalhadores da LANXESS não podem aceitar.

Não somos artistas da arte de representar quando trabalhamos e não seremos quando negociamos.

 

ACORDO VENCE EM AGOSTO

Esta situação nos leva a imaginar o que será a negociação que temos pela frente com o acordo que vence em agosto. Não vamos tomar como justa qualquer proposta apresentada.