> COMISSÃO ESTADUAL DO BENZENO | Sindipolo

COMISSÃO ESTADUAL DO BENZENO

PUBLICADO:

No dia 12 dezembro foi realizada na sede do Sindicato dos Petroleiros-RS a última reunião do ano da Comissão Estadual do Benzeno (CEBZ). O balanço do ano foi positivo. A CEBz se adequou a Portaria nº 371, de 26 de abril de 2013, que dispõe sobre o funcionamento das Comissões estaduais e regionais do Benzeno.

Com a publicação da Portaria, a Comissão se reuniu e aprovou o novo regimento interno. Neste consta a nominata oficial das  bancadas do governo, patronal e dos trabalhadores. Na bancada dos trabalhadores temos representações de vários sindicatos, entres eles o Sindipolo, Sindiconstrupolo e Sindiágua que são sindicatos que atuam no Polo Petroquímico.

BOM SENSO

Esta Comissão, que busca a resolução dos problemas oriundos da exposição ao benzeno através do consenso, trabalhou de forma que o bom senso preponderasse. Todas as bancadas, mesmo com seus pontos de vista diferenciados, fizeram as discussões avançar. Esta sistemática de trabalho, garantiu melhorias e avanços na questão das exposições ao Benzeno, embora ainda tenhamos muito o que avançar.

Este ano, na visita da CNPBz à UNIB em março, foi possível observar melhorias no Terminal Santa Clara, com a Unidade de Recuperação de Vapores, que minimiza a exposição dos trabalhadores no carregamento de navios. São investimentos, que após muito debates na Comissão, tornou-se realidade. Temos que, em 2014, consolidar a Unidade Recuperadora de Gases na cidade de Rio Grande, que, segundo a Braskem, já está no portfólio de projetos para o ano que se aproxima. Assim diminuiremos mais a exposição dos trabalhadores naquela cidade.

PIORES PRÁTICAS

Dentre as piores práticas encontradas no ano que está finalizando, uma fica por conta da empresa RIP, que tem pelo menos um trabalhador com alterações hematológicas persistentes há mais de um ano e não foi emitida a CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) como definido no protocolo de investigação. Outro grave problema fica por conta da Navegação Guarita que ainda não instalou um sistema de captação de ar para o casario das embarcações com vistas a eliminar a exposição dos trabalhadores ao benzeno.

Em 2014 a CEBz continuará atuante para que as empresas cumpram o Acordo e legislação do Benzeno, assim como  propor melhorias contínuas nos processos de produção, armazenamento, transformação, manipulação e transporte deste produto. Para 2014, já está programada a primeira  reunião para o dia 13 de março, no SINDIPETRO-RS, ano também que serão retomadas as visitas técnicas às diversas empresas.