> COM A LANXESS: LIÇÕES DA MAIS LONGA NEGOCIAÇÃO | Sindipolo

COM A LANXESS: LIÇÕES DA MAIS LONGA NEGOCIAÇÃO

PUBLICADO:

O ano de 2011 deixou a marca da mais longa negociação da história dos trabalhadores Petroquímicos. A negociação do acordo de 2010 foi concluída somente após dez meses. Com o firme propósito de retirar direitos históricos a empresa tentou responsabilizar o sindicato e o processo de negociação nacional pela demora quando, na verdade, era a sua própria ganância por retirar direitos que a atrasou. Fatos inéditos foram também a recusa da empresa em aceitar o SINDIQUIM com interlocutor e a procura do MTE como intermediador.

Lições Importantes

Na negociação de 2011 estava em pauta somente o índice, fechado em 9%. A ida para o acordo geral não foi aceita pela empresa que segue discriminando os trabalhadores da ex-Petroflex com um acordo defasado. A grande lição de 2011 foi a persistência dos trabalhadores e a correta postura das direções dos sindicatos do RS, PE e RJ. Esperamos que do lado da empresa “alguém” tenha se dado conta que não há espaço para neocolonialismos e muito menos para relações trabalhistas que beiram a vassalagem. Acreditamos que não é toda a LANXESS que age assim, pois outra postura é a existente na LANXESS/ DSM.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD