> CAPITALISMO DE COMPADRIO | Sindipolo

CAPITALISMO DE COMPADRIO

PUBLICADO:

CAPITALISMO DE COMPADRIO

O jornal Le Mond Diplomatique/Brasil (www.diplomatique.org.br) publi-cou, recentemente, o artigo “Odebrecht, uma transnacional alimentada pelo Estado”, onde mostra as “facilidades” concedidas pelo Estado para esta empresa. No artigo a autora revela que  “aos olhos de muitos, a empresa encarna os excessos de um capitalismo de compadrio”.

O texto, da jornalista Anne Vigna, mostra uma empresa que atua numa lista infindável de áreas, sendo a mais importante, responsável por 60% de suas receitas, a petroquímica.

Em dez anos, seu volume de negócios aumentou seis vezes, passando do equivalente a R$ 15 bilhões em 2002 para R$ 96 bilhões em 2012. Na Odebrecht é proibido a palavra trabalhador:  é integrante e também há a TEO (Tecnologia Empresarial Odebrecht), um modelo de empresa-escola, onde a educação é muito mais para aumentar a produção e os lucros do que para o conhecimento.
LEIA O TEXTO NO SITE:
http://www.diplomatique.org.br/artigo.php?id=1501

111111111111