> CAMPANHAS SALARIAIS DO SEGUNDO SEMESTRE INICIAM COM FORTES MANIFESTA | Sindipolo

CAMPANHAS SALARIAIS DO SEGUNDO SEMESTRE INICIAM COM FORTES MANIFESTA

PUBLICADO:

As campanhas salariais do segundo semestre de categorias como petroleiros, petroquímicos, bancários, trabalhadores do Correios e outros, iniciaram com fortes manifestações e indicativos de greve.

BANCÁRIOS – Iniciaram a campanha salarial em 1º de agosto e já realizaram diversas manifestações em todo o país. No país são quase 500 mil bancários que sinalizam com greve a partir do próximo dia 17. Os banqueiros ofereceram 6% que foi rejeitado pelos trabalhadores. A categoria busca 10,25%, além de PLR maior, valorização do piso e dos auxílios, contratações, melhores condições de trabalho e o fim das demissões.  Estão previstas assembleias para os próximos dias 12 e 17. O lucro dos sete maiores bancos do país foi de R$ 25,8 bi.

ECETISTAS – Os trabalhadores do Correios rejeitaram os 5,2% apresentados pela empresa em segunda proposta e estão com indicativo de  greve. A categoria busca  43,7% (33,7% de perdas históricas e mais 10% de reposição da inflação e aumento real), R$ 200 de aumento linear, piso salarial de R$ 2,5 mil e vale-refeição de R$ 35 por dia, contratações por concurso público, fim das horas extras e da terceirização,  preenchimento, por concurso, dos 30 mil cargos vagos, entre outros itens.

METALÚRGICOS DO ABCD – Estão em estado de greve e já realizaram paralisação de advertência nesta segunda, com cerca de 70 mil trabalhadores.  A proposta oferecida pelas empresas de 5% foi rejeitada pela categoria. Se não houver nova proposta a greve pode acontecer por tempo indeterminado. Os metalúrgicos (DB 1º de setembro) buscam 10% de reajuste salarial.

PETROLEIROS – As mobilizações serão intensificadas de 11 a 14/9. A categoria busca 10% de reajuste salarial,  critérios democráticos e justos para a PLR, unificação do reembolso dos benefícios educacionais com base no maior valor pago pela Petrobrás, entre outros itens.  O prazo para a Petrobrás responder as reivindicações da categoria é terça-feira, 11.

111111111111