> CAMPANHA SALARIAL/2014 | Sindipolo

CAMPANHA SALARIAL/2014

PUBLICADO:

O SINDIPOLO participará, nos dias 17 e 18 de novembro, em SP, do Encontro Nacional de Redes de Trabalhadores e Trabalhadoras em Empresas Multinacionais. O encontro é o prosseguimento às atividades do projeto PROMOÇÃO DE DIREITOS TRABALHISTAS NA AMÉRICA LATINA, que conta com asRedes Sindicais de Trabalhadores da Braskem, LindeGas, Henkel, Knauf, CBC e Shott realizado pela CUT, Instituto Observatório Social, CNM/CUT e CNQ/CUT, com apoio da DGB.

NA PAUTA, A CAMPANHA SALARIAL

Especificamente no dia 19, estarão reunidos os representantes dos trabalhadores da Braskem nos estados de Alagoas, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul para juntos fazerem uma avaliação da Campanha Salarial e definir encaminhamentos e ações unificadas visando pressionar as empresas para avançar na negociação.

Entre os principais pontos a serem tratados, além de garantir avanço na atual proposta de reajuste salarial, também será debatida a questão do escalonamento. Neste sentido, os trabalhadores irão elaborar em conjunto um documento que será entregue à Braskem, com a sua posição sobre este assunto.

Na nossa última reunião de negociação, entregamos ao Sindiquim e às empresa, um documento manifestando nosso repúdio e contrariedade “diante da forma como a maioria das empresas têm proposto ou implementado os reajustes salariais com escalonamento nos últimos anos”. Solicitamos ainda, que as empresas revejam essa sistemática e garantam reajustes salariais com os mesmos percentuais a todos os trabalhadores, independente das suas faixas salariais.

Em relação a campanha salarial, entre os principais pontos a serem tratados estão:

Avanços no reajuste salarial;

Retomar as negociações “suspensas”;

Escalonamento;

Depósito em folha de percentual de reajuste que a empresa considera “definitivo”, mas que as Assembleias haviam rejeitado;

Os trabalhadores  também definirão iniciativas unificadas para forçar avanços nas negociações.