> CAMPANHA SALARIAL: RETOMADA DA NEGOCIAÇÃO | Sindipolo

CAMPANHA SALARIAL: RETOMADA DA NEGOCIAÇÃO

PUBLICADO:

Nossa campanha salarial está “trancada” desde o dia 17 de novembro de 2015, quando informamos às em­presas que sua proposta (quadro ao lado) foi rejeita­da pela categoria em assem­bleias realizadas entre os dias 5 e 9 de novembro. Nas mesmas foi aprovada uma contraproposta.

De lá para cá, foram re­alizadas várias manifesta­ções, com os trabalhadores do turno e do ADM, onde, mais uma vez, foi reiterada a proposta dos trabalhado­res. Inclusive na quarta-feira passada, dia 24, tivemos um “Pedágio” com o pessoal do ADM na Portaria da UNIB.

Apesar disso, por par­te das empresas não houve qualquer manifestação. A única atitude delas, conside­rada inaceitável, foi colocar na folha de pagamento o per­centual de reajuste que havia sido rejeitado pela categoria.

Estamos no mês de mar­ço e as empresas sequer sinalizam a retomada da negociação. Nós, os traba­lhadores, vamos ter que fa­zer um pouco mais do que já foi feito de novembro até agora para garantir a reto­mada do processo e o fecha­mento do Acordo.

O que as empresas estão fazendo, como já citamos em EM DIA anteriores, é, no mí­nimo, uma demonstração de intransigência e má vontade, pois condições de atender o que os trabalhadores reivindi­cam elas têm. Seus bons resul­tados em 2015, que tratamos na semana passada, demons­tram isso. Para garantir o des­dobramento da negociação temos que buscar formas de romper com esta postura.

 

PROPOSTA DAS EMPRESAS

As empresas Braskem, Lanxess HPE, Innova e Oxi­teno foi apresentada uma proposta de 9,9% de rea­juste salarial escalonado até o salário básico de R$ 8.8711,86 e acima deste, um valor fixo de R$ 864,47; piso salarial de R$ 1.184,28; reajuste para os auxílios educação, creche/acompanhante, e para filhos por­tadores de deficiência pelos 9,9% e manutenção das cláusulas do atual Acordo Coletivo.

 

RODADA DE ASSEMBLEIAS PARA TRATAR DA NEGOCIAÇÃO

 

Nossa referência para a negociação é o que foi apro­vado pela categoria na últi­ma rodada de assembleias e, posteriormente, reiterada nas manifestações (confor­me quadro ao lado).

Agora, depois de alguns contatos com os trabalhado­res e de uma avaliação sobre a situação da negociação na direção do Sindicato, nossa proposta é, nos próximos dias, chamar uma rodada de assembleias, com os tra­balhadores do turno e ADM da Braskem, Innova, Lanxess HPE e Oxiteno. Nesta vamos tratar de uma proposta que seja intermediária entre o que as empresas apresenta­ram e a contraproposta dos trabalhadores.

O objetivo é desbloque­ar o processo e garantir que as empresas voltem a nego­ciar, revendo sua posição so­bre o que elas apresentaram no último encontro. Nossa expectativa, com isso, é ter uma proposta minimamente razoável, que encaminhe a negociação com vistas ao fe­chamento do Acordo.

 

Lembramos que a contra­proposta aprovada nas últi­mas assembleias tem muitas questões que não são dire­tamente econômicas, outras sequer tem algum reflexo econômico e, ainda existem as que, inclusive, já são prati­cadas por algumas empresas daqui em outras regiões.

Não interessa aos traba­lhadores e acreditamos que muito menos às empresas, fi­car com um acordo coletivo, que reúne mais de dois mil trabalhadores, em aberto.

 

PROPOSTA DA CATEGORIA

REAJUSTE SALARIAL SEM ESCALOMENTO de 12,40%;

REAJUSTE DE 14% NO AUXÍLIO EDUCAÇÃO, que passa de R$ 3.340,56 para R$ 3.808,23. Hoje praticado pela Braskem, a ser assegurado também aos trabalhadores da INNOVA, LANXESS HPE e OXITENO;

REAJUSTE DE 14% NO ATUAL AUXÍLIO-CRECHE/ ACOMPA­NHANTE, aos homens e mulheres;

REAJUSTE de 14% no auxílio aos dependentes portadores de deficiência;

ABONO DE FÉRIAS de um salário mais 1/3 de Lei = 133,33% de um salário;

HORAS EXTRAS a 120% e multa de um salário nos casos de não pagamento, para o trabalhador penalizado;

Vale Alimentação de R$ 360,00;

ITENS INDIRETAMENTE ECONÔMICOS

ACORDO COM VIGÊNCIA de um ano e DB Setembro;

MANUTENÇÃO DO SALÁRIO INTEGRAL por 36 meses para trabalhadores afastados por doença ou acidentes;

SEGURO APOSENTANDO DE 60 MESES;

Pagamento de Auxílio Funeral nos casos de falecimento do trabalhador, extensivo aos seus dependentes;

COMBATE EFETIVO AO ASSÉDIO MORAL;

Comunicação ao SINDIPOLO das emergências operacio­nais, incidente e/ou acidentes e participação do Sindicato nas análises das ocorrências;

Afastamento das áreas operacionais ou de risco de expo­sição a agentes químicos as trabalhadoras com suspeita ou confirmação de gestação;

Várias outras questões não econômicas que constam na pauta e são importantes para os trabalhadores.

Manutenção de todas as conquistas do atual ACORDO.

Download PDF Unknown

 

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD