> CAMPANHA SALARIAL | Sindipolo

CAMPANHA SALARIAL

PUBLICADO:

Já estão em andamento os preparativos para a campanha salarial do setor petroquímico em nível nacional. A partir do encontro do final de agosto, tiramos os indicativos de pauta (reproduzido abaixo). Alguns destes itens já constam em nosso acordo e outros temos que conquistar nesta negociação.

Diferente do que informamos no EM DIA da semana passada, a proposta de pauta a ser apreciada nas assembléias da primeira semana de setembro, será entregue à categoria nos dias 27 e 28 de agosto.

Estamos novamente pedindo sugestões e propostas para a pauta, no formulário que está na página 4 deste informativo. Também destacamos, abaixo, a projeção do INPC acumulado para as datas-base de setembro, outubro, novembro e dezembro, conforme estimativa do Banco Central.

Na nossa negociação, além dos avanços que estamos buscando em várias questões, este ano temos que, obrigatoriamente, garantir que TODAS AS CONQUISTAS do Acordo Coletivo sejam PARA TODA A CATEGORIA.

Para garantir os avanços que estamos buscando, além de enviar as propostas de reivindicação ao sindicato, será indispensável a participação de todos os trabalhadores do ADM e do Turno nas assembleias de consolidação e aprovação da pauta de reivindicações.

Proposta de pauta nacional

Reajuste salarial de 13% (inflação + aumento real); Piso salarial pelo mínimo do Dieese (R$ R$ 2.750,83/jul); Assistência médica gratuita; Abono de férias de 100% do salário, além do 1/3 de lei; Todas as horas extras a 120%; Interinidade de 100% a partir do 1º dia, incluindo a PLR; Auxílio educação c/pagamento integral dos gastos; Auxílio creche c/reembolso integral das despesas p/pais e mães; Auxílio filhos c/deficiência – reembolso integral das despesas; Seguro aposentando de 60 meses p/aposentadoria pelo INSS; Complementação de auxílio doença pelo tempo de afastamento; Manutenção e extensão de todos os benefícios no tempo de afastamentos por doença; Liberação dirigentes sindicais s/prejuízo da remuneração;  Auxílio farmácia de 100% das despesas com medicamentos; Fim dos indicadores de saúde e segurança na PLR e pagamento linear pelo valor máximo; Informação sobre o uso de novas tecnologias nos processos e produtos (Ex. nanotecnologia); Plano de Cargos e Salários a todos os trabalhadores/as; Informação s/demissões e contratações de trabalhadores.

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD