CAMPANHA SALARIAL 2013

PUBLICADO:

Os petroquímicos de todo o país realizaram, dias 9 e 10 de agosto, na sede do Sindiquímica BA, encontro para definir a campanha salarial do setor em 2013. O objetivo é unificar nacionalmente a pauta, assegurando que em todos os Estados não hajam diferenciações em relação aos direitos conquistados pela categoria.

Durante o encontro, que contou com a participação de dirigentes sindicais dos Estados de Sergipe/Alagoas, Pernambuco, Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, e membros da Rede Braskem e da CNQ, foi feita uma análise de conjuntura e dos aspectos que dizem respeito a campanha salarial.  Já a assessoria econômica da CNQ fez uma análise das vantagens para as empresas do setor petroquímico com as desonerações implementadas pelo governo por meio do Plano Brasil Maior. Foram abordados temas como  desempenho da indústria petroquímica no Brasil e no mundo e cenário econômico nacional e internacional

 

NOSSA CAMPANHA SALARIAL

A partir do que foi debatido no encontro em Salvador, o que já temos como referência mais as sugestões que estamos solicitando à categoria (página 3), vamos consolidar a nossa proposta de pauta. A mesma será divulgada na próxima semana, para análise da categoria. Com a proposta de pauta consolidada, faremos assembleias para apreciação e aprovação da mesma, na primeira semana de setembro, considerando que nossa Data Base é 1º de outubro.

 

Pauta nacional

Reajuste salarial de 13% (inflação + aumento real);

Piso salarial pelo mínimo do Dieese (R$ R$ 2.750,83/jul);

Assistência médica gratuita;

Abono de férias de 100% do salário, além do 1/3 de lei;

Todas as horas extras a 120%;

Interinidade de 100% a partir do 1º dia, incluindo a PLR;

Auxílio educação c/pagamento integral dos gastos;

Auxílio creche c/reembolso integral das despesas p/pais e mães;

Auxílio filhos c/deficiência – reembolso integral das despesas;

Seguro aposentando de 60 meses p/aposentadoria pelo INSS;

Complementação de auxílio doença pelo tempo de afastamento;

Manutenção e extensão de todos os benefícios no tempo de afastamentos por doença;

Liberação dos dirigentes sindicais s/prejuízo da remuneração;

Auxilio farmácia de 100% das despesas com medicamentos;

Fim dos indicadores de saúde e segurança na PLR e pagamento linear pelo valor máximo;

Informação sobre o uso de novas tecnologias nos processos e produtos (Ex. nanotecnologia);

Plano de Cargos e Salários a todos os trabalhadores/as;

Informação s/demissões e contratações de trabalhadores.

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD