> BRASKEM:-RS: UMA PGM PARA NÃO ESQUECER TÃO CEDO | Sindipolo

BRASKEM:-RS: UMA PGM PARA NÃO ESQUECER TÃO CEDO

PUBLICADO:

Nesta semana está prevista a conclusão da Parada Geral de Manutenção (PGM) 2014 da Braskem-RS com a entrega pelo setor de Manutenção da Planta Tubular da PE4. A partir desta condição, o SINDIPOLO enviou um documento formal à Braskem solicitando uma reunião para esclarecimentos e informações relevantes sobre as in-tervenções feitas pela manutenção e sobre as condições de operacionalidade que estão sujeitas as unidades industriais após os trabalhos executados.

Está reunião ficou agendada para o dia 09 de junho próximo, entre a Braskem, os Sindicatos (Sindipolo e Sindiconstrupolo) e a SRTE-RS sobre a PGM 2014 e para isso pretendemos obter esclarecimentos não só da UNIB, mas também sobre as unidades da UNPOL, pois normalmente é comum a Braskem basear a sua apresentação somente nas intervenções ocorridas na UNIB.

É importante lembrar que na UNPOL, foram quase 120 dias de Parada e tivemos fatos relevantes que os trabalhadores, diretos e terceirizados, necessitam de maiores esclarecimentos, pois são os personagens mais importantes nestes cenários, por atuarem diretamente na frente de trabalho . Juntamente com os demais trabalhadores da operação das áreas, estão habitualmente trabalhando ao lado dos equipamentos que geram a riqueza para a empresa e não podem ser considerados apenas como executantes de serviços, sem terem certeza de que estão laborando dentro de condições mínimas de segurança e operacionalidade da Unidade Industrial. Um exemplo disso é a intervenção nos Reatores Autoclave, da qual enviamos como pauta da reunião solicitada.

O Prêmio de Parada que não foi pago para os trabalhadores diretos, o não paga-mento de Horas Extras para segmentos da categoria que atuaram diretamente na PGM, o desconto da hora de refeição dos turneiros, a forma de pagamento das horas noturnas, entre outras atitudes que demonstram a clara posição da Braskem de “valorizar” seu trabalhador mais no discurso do que na prática, que já não é uma novidade para que trabalha nesta empresa,  são fatos que temos que manter vivos nas nossas mentes para que, juntos, busquemos os avanços necessários, os quais somos todos dignos de receber.

111111111111