BRASKEM INSISTE EM NÃO PAGAR HORA EXTRA (HE)

PUBLICADO:

No caso destes turneiros que não receberam HE, segundo a chefia, poderiam compensar quando fosse possível. Continua a ilegalidade do não pagamento de HE.

Nas manifestações e greve dos dias 28/4 e 30/6, dois grupos de turno ficaram até mais tarde e também não receberam HE. Neste caso, além de não receberem, ficaram devendo horas. Parece piada, mas isso aconteceu na Braskem. Pior é que algumas lideranças tem a “cara de pau” de dizer que não serão pagas HE porque há um acordo com o Sindicato.

Acontecem ainda situações de atraso no transporte do turno em que o trabalhador estende a jornada e não são pagas HE.

No caso do ADM, há casos de trabalhadores que ficam na empresa até 19h, sem receber HE. Também situações de viagens a trabalho no domingo, sem pagamento de HE e pior ainda quando o retorno é no sábado pela manhã, também sem receber HE.

O Sindicato está fazendo um levantamento dos casos de não pagamento de HE em todas as empresas, em especial na Braskem onde o não pagamento de HE ocorre com maior frequência. Assim, solicitamos que os trabalhadores informem ao Sindicato quando isto ocorrer, pois com estas informações tomaremos outras providências, além das que já estamos tomando, para impedir que isso continue ocorrendo.

Reiteramos: NÃO HÁ QUALQUER ACERTO COM A EMPRESA de não pagamento de HE. Independente da situação, deve ser cumprido o que está no Acordo Coletivo, que é o pagamento de todas as HE com adicional de 100% da hora normal.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD