> BRASKEM: ESPECIALISTA EM CRIAR PROBLEMAS | Sindipolo

BRASKEM: ESPECIALISTA EM CRIAR PROBLEMAS

PUBLICADO:

A Braskem parece que está se especializando em criar problemas para os trabalhadores. Em relação a questão dos bancos no Polo e a proibição de que as instituições manuseiem dinheiro, ela deu a questão por “encerrada” e ignorou todos os problemas que serão criadas para os trabalhadores.

A posição da empresa foi colocada em reunião no último dia 20, da qual participaram representantes do Sindipolo, Sindiconstrupolo e Sindicato dos Bancários. Neste encontro, os trabalhadores reiteraram sua posição contrária a restrição, destacando a necessidade de encontrar uma alternativa e citando o fato de que a REFAP, por exemplo, não criou esta restrição aos seus trabalhadores. Também lembramos das comunidades circunvizinhas que necessitam diariamente dos serviços oferecidos por estes Bancos. Mas a Braskem foi intransigente e reafirmou que para ela era uma decisão irrevogável.

Economia para a Braskem….

Está claro que existem outras razões para a decisão da Braskem. Entre elas, o fato de que sem manuseio de dinheiro no Polo, há uma  redução do seguro para a empresa. Mesmo frente aos argumentos de que seria possível encontrar alternativas, como aumentar a segurança, a empresa não recuou. Desconsiderou todo o transtorno que a medida irá causar para todos os trabalhadores – diretos e terceirizados – dos horários administrativo e de turnos.

Despesas para os trabalhadores…

Além do transtorno, os sindicatos colocaram que a situação criada pela Braskem poderá ter reflexos financeiros, já que muitos terão que ter contas em outros bancos e pagar taxas de manutenção de contas. Isso porque a Braskem vendeu a folha para determinados bancos, que não estão presentes em todas as cidades. Assim,  em nome de qualquer centavo de economia para a Braskem, os trabalhadores pagam a conta e tem sua traquilidade jogada para o espaço.

No final da reunião do dia 20, os sindicatos deixaram claro que não concordam com esta atitude da Braskem e que irão monitorar o andamento da situação, avaliando, junto aos trabalhadores, as dificuldades que venham a surgir a partir da intransigência e ganância da Braskem.

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD