> BENZENO GERA CÂNCER – SINDIPOLO NA 77º CNPBz | Sindipolo

BENZENO GERA CÂNCER – SINDIPOLO NA 77º CNPBz

PUBLICADO:

Em defesa da Saúde dos trabalhadores, o SINDIPOLO, participou na semana passada da 77° Reunião Ordinária da Comissão Nacional Permanente do Benzeno (CNPBz), na sede da Fundacentro, em São Paulo.

CNPBz – A CNPBz é composta por representantes do Governo, Empresas e Trabalhadores. Também integram as Reuniões Ordinárias desta Comissão Tripartite os GTBistas. Entre os representantes das empresas a Braskem se faz presente. Nestes Encontros, geralmente junto ao acontecimento das Reuniões é realizado uma Visita Técnica em alguma empresa, assim como já ocorreu em anos anteriores na Innova e Braskem aqui no RS. Sempre gerando um ganho de sinergia, onde a melhora do processo produtivo é visto com maior resguardo a saúde dos trabalhadores. Nesta 77º Encontro não foi realizado a Visita e sim o Encontro de GTBs.

GTBs – No primeiro dia da reunião e metade do segundo da CNPBz foi realizado o Encontro Nacional do Grupo de Representação dos Trabalhadores do Benzeno, os GTBs. Esta atividade contou com a apresentação de trabalhos de GTBistas de diversos segmentos como os químicos, petroquímicos, trabalhadores de terminais de transporte e petroleiros. Ao todo foram 13 apresentações de GTBs, entre elas a do GTB da Braskem Q2 RS. Infelizmente o GTB da Innova não se fez presente, tão menos os GTBs das empresas prestadoras de serviços na Braskem e Innova. Este é um momento que, por intermédio dos GTBs, é possível constatar se as empresas estão realmente realizando melhorias continuadas em suas plantas industriais, demonstrando boas práticas, novas tecnologias e procedimentos preventivos à exposição ao Benzeno.

DESTAQUES – A VCU – Unidade de Combustão de Vapores, instalada no TERG (Terminal de Rio Grande da Braskem) que entrou em operação há poucos meses foi apresentado pelo GTB Braskem como um importante investimento e uma conquista para saúde dos trabalhadores do Terminal, que é operado pela Granel Química, para os trabalhadores da Navegação Guarita e para os trabalhadores que realizam manutenção no Terminal, entre eles a SGS, Sulzer e outras terceiras.

Outro fato relatado foi o vazamento de cerca de 300 litros do agente nocivo durante o carregamento de um caminhão ocorrido na Base de Distribuição de Cubatão (BACUB), da BR Distribuidora. No total, cinco trabalhadores foram expostos ao agente cancerígeno e tiveram que realizar exame de urina para detectar se houve ou não contaminação.

REUNIÕES 2019 – A Reunião Ordinária da CNPBz ocorreu, mesmo sem a presença da Bancada das Empresas, com as Bancadas do Governo e dos Trabalhadores onde foi debatido, entre outras questões relevantes da proposta a diminuição do VRT (Valor de Referência Tecnológico) do Benzeno, a criação do VRT para correntes gasosas e exigência no controle de emissões fugitivas e a agenda de Encontros para 2019

O Programa de Prevenção a Exposição Ocupacional ao Benzeno (PPEOB) visa à preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de exposição ao Benzeno que existam ou que venham a existir no meio ambiente de trabalho. O Programa também leva em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

Toma como base o que é exigida na Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho, a NR – 15, que trata das atividades e operações insalubres no seu anexo 13-a, o que é recomendado no Acordo Nacional Tripartite do Benzeno.

Cabe aos GTBs o zelo por este Acordo, acompanhar as ações contidas no PPEOB da empresa, bem como inspecionar e propor medidas protetivas aos trabalhadores à empresa. Isto vale tanto para os GTBs dos trabalhadores diretos, bem como os GTBs das empresas prestadoras de serviço na Braskem e Innova.