> AUDITORIA SPIE NA BRASKEM PE 6 | Sindipolo

AUDITORIA SPIE NA BRASKEM PE 6

PUBLICADO:

Na semana passada, de 28 a 31 de agosto, ocorreu na Braskem PE6 a Auditoria de Manutenção 1 do SPIE, realizada pelo IBP que é o órgão auditor responsável, credenciado pelo INMETRO. O SINDIPOLO participou das reuniões de abertura, fechamento, da entrevista com os auditores e teve um Dirigente Sindical como observador.

Com relação à solicitação enviada pelo sindicato ao IBP em dezembro de 2017 de Auditoria Extraordinária neste SPIE em função da explosão seguida de incêndio na Unidade 12 no dia 04 de dezembro de 2017, o SINDIPOLO deixou registrado o seu inconformismo pelo órgão certificador ter considerado desnecessária a sua realização e ainda acabou programando esta Auditoria de Manutenção somente para outubro de 2018. Soma-se a isso, o fato da empresa não ter autorizado a participação e acesso do Sindicato no local do acidente e nas análises para definição das prováveis causas e as buscas conjuntas para melhorias a serem adotadas. Feito o registro, solicitamos que a Unidade 11 seja contemplada com a imediata aplicação das alterações de projeto e critérios de melhorias adotadas na Unidade 12, antes que algo semelhante ocorra também naquela unidade.

Relatamos a preocupação com relação ao efetivo de trabalhadores e que discordamos da metodologia que o IBP adota para os cálculos do efetivo, pois se tornam irreais e imprecisos quando se baseiam, por exemplo, no controle sobre horas extras e relatórios com prazos em dias. Na opinião do SINDIPOLO existem demandas como a intensidade de trabalho adotada nos períodos que antecedem as auditorias, com a utilização mais intensa do efetivo direto e terceirizado, bem como o fato dos profissionais da Inspeção não terem tempo adequado para maior qualificação em treinamentos internos e externos ou para atuar de forma mais tranquila no dia a dia com a possibilidade de se organizarem melhor para pelo menos poder tirar férias no período desejado ou resolver problemas pessoais, sem que a empresa seja a que defina o período.

Também parece contraditório quando o órgão auditor tolera desvios que são caracterizados como observações e/ou preocupações, mas não contabiliza no cálculo do efetivo que existem as dificuldades de cumprir alguns requisitos e pendências, justamente por estarem direta ou indiretamente ligados ao fato do efetivo não ter tempo adequado para possibilitar essa melhor adequação dos procedimentos e tratamentos melhor das causas e abrangências das não conformidades.

O SINDIPOLO não concorda com a metodologia que a empresa vem adotando de reavaliação das Recomendações de Inspeção para postergar a execução quando não configurar necessidade imediata de realizar. É preciso corrigir e criar mecanismos de gestão para contribuir com a manutenção na Braskem, que é corporativa, para viabilizar a conclusão das Recomendações no período estabelecido no momento de sua abertura, quando o sistema define a data limite de conclusão.

Abordamos sobre a trinca no fundo do tanque 10TA301 e sobre o monitoramento no compressor 11KB201, que mesmo não sendo controlado pelo SPIE, consideramos importante o registro pois o cárter já havia sido substituído em outra oportunidade e agora volta a apresentar trinca.

Por fim, reafirmamos nossa preocupação com os “sinais” de que possa ocorrer uma provável unificação dos SPIE na UNPOL/Braskem. Desde já, o SINDIPOLO manifesta que não concorda com eventual unificação que possa vir a ser implementada pela gestão da empresa.

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD