> ASSEMBLEIAS NA LANXESS PBR entre 11 e 13 de dezembro | Sindipolo

ASSEMBLEIAS NA LANXESS PBR entre 11 e 13 de dezembro

PUBLICADO:

Houve evolução em ambas as propostas e se percebe que há um movimento para a prática dos acordos em vigência nas demais empresas do polo. É o que se verifica no índice que é o mesmo em termos de ganho real; no auxílio creche que passa a equivaler em número de meses e no valor pago, o mesmo ocorrendo no auxílio excepcional. A licença maternidade prorrogada – 180 dias – da mesma forma se equipara a prática das demais empresas.

No acordo de turno isto ficou mais evidente ainda sendo que toda a evolução que houve foi para a equiparação.

 

AS ALTERAÇÕES NA PROPOSTA DA LANXESS

No acordo geral:

Reajuste de 7,31%, que representa em termos de ganho salarial em relação ao INPC acumulado o mesmo oferecido as demais empresas, ou seja, 1,82%. Escalonamento: o índice é para salários de até R$ 7173,69. Acima deste valor fixo de R$ 524,40.

Piso R$ 964,99.

Auxílio creche integral até o 6º mês e a partir do 7º mês, R$ 505,25 até o 48º mês.

Auxílio excepcional R$ 630,99.

Licença maternidade prorrogada 180 dias.

Não reajusta o “auxílio odontológico”. Mantém em R$ 900,00.

Segue com a proposta de in-corporação do cartão alimentação de R$ 175,00 ao salário, reajustados pelo INPC de 5,39%.

Acordo por 2 anos.

No acordo de turno:

Baixa de 11 para 8 os feriados para compensar as 2,24 horas da diferença da tabela de turno. Ou seja, a partir do 9º feriado, se trabalhado, paga hora extra a 100%.

Pagamento de hora extra a 100% para quem trabalhar no dia 25 de dezembro e no dia 1 de janeiro.

Aumenta o número de trocas para 7. Além destas mais 3 de comum acordo com o gestor.

Retira do acordo a cláusula que permite trocas com dobra.

A retirada da possibilidade de troca com dobra nem pode ser considerada uma retirada de direito. Primeiro por que é uma questão de saúde e em segundo lugar por que de fato não era praticada. O problema social que isto vem causando é menor do que o benefício de não permitir a dobra. Mas certamente isto abre outra discussão que é a insatisfação pela restrição de possibilidades de trocas para compromissos pessoais. Agora, ou a empresa convive com a insatisfação ou soluciona a questão, que passa pelo aumento do efetivo, ação perfeitamente possível.




DESENVOLVIMENTO BY
KOD