> Acordos TSR e HPE situação excepcional | Sindipolo

Acordos TSR e HPE situação excepcional

PUBLICADO:

Ocorre uma particula­ridade na negociação com a Arlanxeo pelo fato de já haver uma negociação em andamento com a proposta da ARLANXEO de estender o acordo da TSR para a HPE. As alterações representam al­guns avanços aos trabalhado­res da HPE e também lhes im­põe retrocessos. Destacamos a seguir as principais altera­ções que a atual proposta da ARLANXEO traz aos trabalha­dores de ambas as unidades, lembrando que não fechamos acordo e estamos com uma pauta para negociar.

TRABALHADORES DA HPE

– A data base altera para 1º de setembro;

– Estende aos trabalhadores da HPE o auxílio odontológico/oftálmico e de medicamentos no valor de R$ 1051,71 por empregado e para cada de­pendente por ano;

– O auxílio doença acidentá­rio passa de 24 meses para 36 meses;

– Perdem o auxílio educação de R$ 487,92/semestre (R$ 975,84 anual);

– As compensações de jorna­da podem significar, a depen­der do calendário de feriados e pontes de feriado a perda de até duas folgas anuais aos tra­balhadores do ADM da HPE;

– Perdem a antecipação de ½ do 13º salário no mês de ja­neiro; Implantação do banco de horas com possibilidade de compensação hora/por hora com o limite de 40 ho­ras e “zeramento” no mês de abril de cada ano;

– O “Seguro aposentando” de 48 meses passa a ser de 12 meses incluindo-se a Pe­tros ou a IHPREV. (Redação não definida).

TRABALHADORES DA TSR

– Aumenta o adiantamen­to salarial do dia 10 de 25% para 30%;

– Horas extras a 100% para os trabalhadores do admi­nistrativo. Será garantido o abono de duas faltas nos ca­sos de internação de depen­dente (um dia na internação e outro na alta);

– Garante seguro aos briga­distas; Aumento da estabili­dade da gestante (além dos 120 constitucionais) de 60 dias para 120 dias para as trabalhadoras da TSR.

ACORDO DE TURNO

Para o acordo de turno A ARLANXEO propôs alterações trazendo efeitos sobre os trabalhadores, conforme segue abaixo. Além disso ainda mantém o “acordo em separado” massivamente rejeitado pelos trabalhadores.

PARA OS TRABALHADORES DE TURNO DA HPE

– Implanta banco de horas com compensação hora por hora até o limite de 40 horas e “zeramento” no mês de abril de cada ano.

– Perdem o pagamento de horas extras nos feriados traba­lhados além do oitavo no ano.

Liberação para exames: propõe alterar para que possa ser utilizado um dia não necessariamente no horário 8 x 16.

PARA OS TRABALHADORES DE TURNO DA TSR

– Pagamento de horas extras à 100% nos casos de treina­mentos

– Passa a garantir o gozo das folgas adquiridas no regime anterior no caso de troca de grupo ou transferência para o ADM.

– Liberação para exames: propõe alterar para que possa ser utilizado um dia não necessariamente no horário 8 X 16.

 




DESENVOLVIMENTO BY
KOD